HOME DIOCESE CLERO SERVIÇOS DOWNLOADS CNBB STA SÉ / VATICANO CONTATO
(19) 3441-5329 | contato@diocesedelimeira.org.br     

Pe. Ocimar reflete sobre: "Em que momentos da Celebração Eucarística ficamos sentados"

Olá amigos e amigas!

Estamos mais uma vez juntos para refletirmos sobre a nossa querida Liturgia.

Na semana passada refletimos sobre os momentos em que ficamos em pé durante a celebração Eucarística.

Hoje, continuando nossa reflexão, queria meditar com vocês EM QUE MOMENTOS DA CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA FICAMOS SENTADOS.

 Sente-se durante as leituras antes do Evangelho e durante o salmo responsorial; durante a homilia e durante a preparação das oferendas; e, se for conveniente, enquanto se observa o silêncio sagrado após a comunhão” (Instrução Geral do Missal Romano, 43).

Qual é o SENTIDO deste gesto?

É a postura mais adequada para os momentos que se assimilam, porque é a postura dos discípulos que escutavam o mestre e também a que favorece momento de recolhimento meditativo, que se segue à comunhão.

Em nossa liturgia o “sentado” refere-se, antes de tudo, ao sacerdote presidente, pois como nos já vimos, presidir significa “prae-sedere” (sentar-se diante). A cadeira do presidente “deve manifestar a sua função de presidir a assembléia e dirigir a oração” (Instrução Geral do Missal Romano, 310).

Qual é o GESTO CORPORAL que usamos ?

Sentar-se de forma decorosa, com as costas no encosto e com os joelhos juntos. Pode deixar os braços sobre os joelhos, ou ficar com as mãos soltas, ou em posição de oração. Nunca ficar de pernas cruzadas, sentar-se de modo “indecoroso”, ou “braços cruzados” – sinal de fechamento.

Qual a MISTAGOGIA deste gesto?

Quando estamos sentados expressamos uma atitude de que estamos em paz, distendidos, presenciando algo ou em atitude de espera. É a postura que mais favorece a concentração e a meditação.

É a postura de quem ensina com autoridade: “vendo as multidões, Jesus subiu à montanha e SENTOU-SE” (Mateus 5,1). “Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante e SENTOU-SE” (Lucas 4,20). “Havia ali a fonte de Jacó, Jesus, cansado da viagem SENTOU-SE junto à fonte” (João 4,6). “De madrugada, voltou ao templo, e todo o povo se reuniu ao redor dele. SENTOU-SE, começou a ensiná-los” (João 8,2).

Postura de quem escuta atentamente aquele que ensina. “Ela tinha uma irmã, Maria, a qual SE SENTOU aos pés do Senhor e escutava a sua Palavra” (Lucas 11,39). Outras passagens: Marcos 3, 31-35; Atos dos Apóstolos 20,9.

Na verdade “Deus fala ao seu povo, manifesta-lhe o mistério da redenção e da salvação e lhe oferece um alimento espiritual” (IGMR 55).

A expressividade da linguagem corporal favorece a atitude interior e nos leva a uma verdadeira experiência com o Senhor Ressuscitado, nos faz entrar no seu mistério, faz a nossa atitude corporal ter uma dimensão mistagógica, ou seja, entrar no mistério que estamos celebrando.

A questão está em que cada qual, consciente da direção expressiva destas posturas, exercite a si mesmo nas atitudes de fé, que manifesta com presteza e atenção.

É toda uma pedagogia, em que cada um é mestre, para ir identificando a postura exterior com as atitudes interiores que supõe. Descuidar desta sintonia pode empobrecer ou tornar menos expressiva nossa celebração, menos orante, menos celebrante, menos mistagógica. Mas, de outro lado, também não se há de endeusar ou absolutizar determinada postura.

Não há posturas mecânicas, nem meramente rotineiras, e sim “verdadeiras”, nas quais o sentimento espiritual se encarna e se expressa como o gesto exterior. De tal maneira que se vá conseguindo o que constitui sempre a finalidade de todos os gestos e símbolos: a melhor participação no mistério que celebramos.

Até mais...

Pe. Ocimar Francatto

 

Conheça o Bispo
HOME
 
DIOCESE
Conselhos e Comissões
Centro Diocesano de Limeira (CDL)
Bens Culturais
 
CLERO
 
SERVIÇOS
Secretariado de Pastoral
Rádios
Links Uteis
+ Economato
 
 
CNBB
 
STA SÉ / VATICANO
 
CONTATO
© 2016 Todos os direitos reservados
Diocese de Limeira