HOME DIOCESE CLERO SERVIÇOS DOWNLOADS CNBB STA SÉ / VATICANO CONTATO
(19) 3441-5329 | contato@diocesedelimeira.org.br     

A Procissão do Evangelho (Evangeliário) O que diz a Igreja – Parte II

Olá amigos e amigas!

Acolho a todos e a todas que, com muita alegria, estão refletindo sobre a nossa Sagrada Liturgia.

Vimos que a primeira procissão que acontece na Celebração Eucarística é a Procissão Inicial. Vamos, agora, refletir sobre a segunda procissão: A PROCISSÃO DO EVANGELHO (EVANGELIÁRIO), quando o Livro dos Evangelhos é tirado do Altar e levado para o Ambão.

Vamos continuar refletindo O QUE A IGREJA DIZ. Parte II

1. INSTRUÇÃO GERAL SOBRE O MISSAL ROMANO (IGMR)

A leitura do Evangelho constitui o ponto alto da Liturgia da Palavra. A própria Liturgia ensina que se deve manifestar a maior veneração, uma vez que a cerca mais do que as outras, de honra especial, tanto por parte do ministro delegado para anunciá-la, que se prepara pela bênção ou oração; como por parte dos fiéis que pelas aclamações reconhecem e professam que o Cristo está presente e Lhes fala, e que ouvem de pé a leitura; ou ainda pelos sinais de veneração prestados ao Evangelho (60).

Após a leitura que antecede imediatamente o Evangelho, canta-se o Aleluia ou outro canto estabelecido pelas rubricas, conforme exigir o tempo litúrgico. Tal aclamação constitui um rito ou ação por si mesma, através do qual a assembléia dos fiéis acolhe o Senhor que lhe vai falar no Evangelho, saúda-o e professa sua fé pelo canto. É cantado por todos, de pé, primeiramente pelo grupo de cantores ou cantor, sendo repetido, se for o caso; o versículo, porém, é cantado pelo grupo de cantores ou cantor.

a-) O Aleluia é cantado em todo o tempo, exceto na Quaresma. O versículo é tomado do lecionário ou do Gradual.

b-) No tempo da Quaresma, no lugar do Aleluia, canta-se o versículo antes do Evangelho proposto no lecionário. Pode-se cantar um segundo salmo ou trato, como se encontra no Gradual (62).

Havendo uma leitura antes do Evangelho:

a-) no tempo em que se diz Aleluia, pode haver um salmo aleluiático, ou um salmo e o Aleluia com o versículo;

b-) no tempo em que não se diz Aleluia, pode haver um  salmo e o versículo antes do Evangelho ou somente o salmo;

c-) o Aleluia ou versículo antes do Evangelho podem ser omitidos, quando não são cantados (63).

Depois, todos se põem de pé e canta-se o Aleluia ou outro canto, conforme as exigências do tempo litúrgico (131).

Enquanto se canta o Aleluia ou outro canto, o sacerdote, se usar incenso, coloca-o no turíbulo e o abençoa. A seguir com as mãos unidas, e profundamente inclinado diante do altar diz em silêncio: “Ó Deus todo-poderoso, purificai-me” (132).

Toma, então o Evangelho, se estiver no altar e, precedido dos ministros leigos, que podem levar o turíbulo e os castiçais, dirige-se para o ambão, conduzindo o Evangeliário um pouco elevado. Os presentes voltam-se para o ambão, manifestando uma especial reverência ao Evangelho de Cristo (133).

Quando o sacerdote chega ao ambão, diz a mesma coisa que o Missal Romano (134).

Quando na missa se tem a presença do diácono, também coloca a mesma coisa que o Missal Romano, exceto isto: “quando o diácono serve ao Bispo, leva-lhe o livro para ser osculado ou ele mesmo o beija, dizendo em silêncio: ‘Pelas palavras do santo Evangelho’. Em celebrações mais solenes o Bispo, conforme oportunidade, abençoa o povo com o Evangelho. Por fim, o Evangeliário pode ser levado para a credência ou outro lugar adequado e digno” (175).

Conforme uso consagrado, a veneração do altar e do Evangeliário é feita pelo ósculo (273).

2. ORDO LECTIONUM MISSAE (OLM) - ELENCO DAS LEITURAS DA MISSA

Também o “Aleluia” ou, segundo o tempo litúrgico, a aclamação antes do Evangelho, tem por si mesmo o valor de rito ou de ato, mediante o qual a assembléia dos fiéis recebe e saúda o Senhor que vai falar, e professa a sua fé cantando. O “Aleluia” e as outras aclamações antes do Evangelho devem ser cantados, estando todos de pé, de modo que todo povo cante unanimemente, e não somente o cantor que o inicia, ou o coro (23).

O outro canto, que se faz depois da segunda leitura, antes do Evangelho, é determinado em cada missa e está relacionado com o Evangelho, ou então é deixado à livre escolha entre a série comum de cada tempo litúrgico ou do Comum (90).

No tempo da Quaresma pode-se empregar alguma das aclamações propostas mais adiante; ela precede o versículo antes do Evangelho (91).

Até mais...

 

Pe. Ocimar Francatto

 

Conheça o Bispo
HOME
 
DIOCESE
Conselhos e Comissões
Centro Diocesano de Limeira (CDL)
 
CLERO
 
SERVIÇOS
Secretariado de Pastoral
Rádios
Links Uteis
+ Economato
 
 
CNBB
 
STA SÉ / VATICANO
 
CONTATO
© 2016 Todos os direitos reservados
Diocese de Limeira